CURSOS UNIDADES QUERO DESCONTO

FANPEOPLE

Dicas de português para o Enem: a diferença entre os porquês

Dicas de português para o Enem: a diferença entre os porquês

Entenda de vez a diferença entre por que, por quê, porque e porquê.

postado 14 de mar de 2017

Ao escrever um texto, você já se confundiu com qual seria o “porquê” correto para determinada frase? Saber qual deve ser usado em cada situação é essencial para uma boa redação e um erro pode tirar pontos valiosos no Enem. Afinal, dominar a ortografia é um dos pontos exigidos na avaliação, como falamos no post sobre o que muda no novo acordo ortográfico. Para ajudar você a evitar essa dúvida, a People traz um conteúdo explicativo sobre esse assunto tão importante. 

Tipos de porquê

Usado na interrogativa, na afirmativa, de forma direta ou indireta, os porquês questionam ou explicam. Entenda qual usar em cada situação:

Quando usar: por que

Separado e sem acento circunflexo. Nesta grafia, ele pode ser empregado em duas situações: no começo de frases interrogativas, para saber o “motivo”, a “razão” de algo ou quando servir para substituir “pelo qual”, “pela qual” ou “pelos quais”. Confira os exemplos:

- Por que você não foi ao médico? (Por qual motivo você não foi ao médico?)

- Não consigo entender por que ela ficou tão brava. (Não consigo entender a razão de ela ter ficado tão brava.)

Quando usar: por quê

Separado e com acento circunflexo. É usado sempre ao final da frase interrogativa, seja ela direta ou indireta. Veja:

- Você parecia nervoso na reunião, por quê? (Apresentada a situação, questiona-se a razão)

- Ela se mostrou muito assustada e eu não sei por quê. (Em uma interrogativa indireta)

Quando usar: porque

Junto e sem acento circunflexo. Trabalhada desse modo como resposta, para explicar algo. Exemplos:

- Eu não fui ao encontro porque bati meu carro. (Uma resposta para a pergunta “Por que você não foi ao encontro?”)

- Aquela árvore caiu porque estava com cupins. (Usado para explicar a relação entre a causa e a consequência de algo)

Quando usar: porquê

Junto e com acento circunflexo. Neste caso, funciona como um substantivo, já que está sempre seguindo o artigo “o” e seu significado também equivale a “motivo”. Exemplo:

- Todos sabem o porquê (motivo) da sua ausência na festa.

Agora que você já sabe a diferença entre cada um dos porquês, você pode praticar mais com a leitura, identificando os usos de cada um deles.

Questões para treinar

Venha para a People!

Esteja preparado para alcançar o resultado que você deseja no Enem. Conheça o curso preparatório da People e garanta sua vaga no ensino superior.

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a deixar um comentário

Mais Vistas

©People. Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
©People. Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
©People. Todos os direitos reservados.
Av. João Scarparo Netto, 84 Condomínio Unique Village - Santa Genebra 13080-655 - Campinas/SP
Pearson - Always Learning